Pesquisa personalizada

Chá do Gerês

Conta a lenda que a árvore do chá foi descoberta, no ano 2737 a.C., por acaso, quando o imperador chinês Shên Nung, mais conhecido como o “Curandeiro divino”, dava um passeio pelas suas propriedades.

O imperador pediu a determinada altura que os seus servidores lhe fervessem um pouco de água enquanto descansava à sombra de uma árvore. Foi precisamente dessa árvore que uma folha se soltou e caiu dentro da taça de água fervida. Sem reparar, o Imperador bebeu, sendo dessa forma que nasceu a primeira chávena de chá. Terá sido este imperador que criou a medicina natural ou ervanária, testando ele próprio uma enorme variedades de bebidas medicinais à base do chá.As virtudes medicinais do chá são de conhecimento milenar, especialmente pelo seu efeito estimulante. Mas hoje, a ciência está comprovando suas propriedades terapêuticas e cosméticas.

As virtudes do chá verde na prevenção do câncer vêm do fato de que ele é rico em bioflavonóides e catequinas, que são substâncias que bloqueiam as alterações celulares que dão origem aos tumores.Além de conter manganês, potássio, ácido fólico e as vitaminas C, K, B1 e B2, ajuda a prevenir doenças cardíacas e circulatórias por conter boa dose de tanino: o consumo diário desse chá diminui as taxas do LDL (colesterol que faz mal à saúde) e fortalece as artérias e veias.
Mas as boas notícias não acabam aí: está comprovado que o chá verde acelera o metabolismo e ajuda a queimar gordura corporal.
Quem parece ter entrado com tudo na disputa é o chá branco, colocando em cheque a longa soberania do chá verde. Conhecido por possuir as mesmas características que seu concorrente, o chá branco vem ganhando maior fama por ser feito com folhas mais jovens, o que significa mais nutrientes potencialmente ativos. Sua extração vem da erva Camellia Sinesis, a mesma do chá verde e chá preto. Porém, o branco é colhido apenas uma vez por ano e é composto por brotos e flores das plantas. E essa diferença na hora da colheita da erva muda o sabor do chá que, diferentemente do chá verde, possui um gosto mais doce e suave.Quanto aos benefícios, os concorrentes se mantêm na mesma linha. São capazes de retardar o processo de envelhecimento, abaixar os índices de colesterol, acelerar o metabolismo e, ainda, queimar a gordura corporal.


Chá de Alecrim - calmante, estômago, asma e memória
Chá de barbas de Milho - Inflamações na bexiga
Chá de Camomila - Cólicas abdominais, constipações, dores de cabeça e dores de ouvido
Chá de Carqueja - Hipertensão, constipações, tosse, bronquite, diabetes, rins e bexiga
Chá de Cavalinha - Artroses, dores vasculares, queda de cabelo, celulite, tendinites, osteoporose e bexiga
Chá Verde - Má circulação, cérebro, doenças cardiovasculares e anti-canceroso
Chá de Cidreira - Dores de cabeça e estimulante digestivo.
Chá de dente de leão - Diabetes, hepatite, reumatismo, gota e tuberculose pulmonar
Chá de Erva Príncipe - Estômago, nevralgias, gases intestinais e estimulante
Chá Fel da Terra - Diabetes
Chá de Flor de Laranjeira - Indigestões, vómitos e tosse nervosa
Chá de Freixo - Colesterol, acido úrico, má circulação e reumatismo
Chá de Funcho - Dores abdominais, celulite e gases intestinais
Chá de Giesta Branca: Diabetes e infecções urinarias

Sem comentários: