Pesquisa personalizada

Vilarinho das Furnas

















Vilarinho da Furna era uma pequena aldeia da freguesia de S. João do Campo, situada no estremo nordeste do concelho de Terras de Bouro.
Como a maior parte das aldeias serranas do Norte de Portugal, Vilarinho da Furna era constituído por um aglomerado de cassas graníticas, alinhadas umas pelas outras, formando ruelas sinuosas. As casas de habitação compunham-se geralmente de dois pisos sobrepostos e independentes : - uma loja térrea, destinada aos gados e guarda de alfaias e produtos agricultas; e um primeiro andar para habitação propriamente dita, onde ficavam a cozinha e os quartos. O mobiliário era simples e modesto. Alguns objectos como louças, candeias, talheres, lanternas, etc., eram comprados nas feiras ou a vendedores ambulantes que passavam pela povoação mais ou menos regularmente. Outros eram de fabrico caseiro como as arcas, camas de madeira, raramente ornamentadas com motivos religiosos, as mesas e os bancos, além da quase totalidade dos artigos de vestuário. A iluminação nocturna era feita com uma variedade de candeias e candeeiros de recipiente fechado, que funcionavam a petróleo, com gordura animal ou azeite, quando aquele escasseava por alturas da guerra.
O espectro da barragem começou a pairar sobre a população como um abutre esfaimado. A companhia construtora da barragem chegou, montou os seus arraiais e meteu mãos á obra. Esta surge progressiva e implacável.
O êxodo do povo de Vilarinho pode localizar-se entre Setembro de 1969 e Outubro 1970, quando na aldeia foram afixados os editais a marcar o tapamento da barragem. De um ano dispuseram pois, os habitantes de Vilarinho para fazer os seus planos, procurar novas terras e proceder á transferencia dos seus moveis.
As 57 famílias que habitavam esta povoação, estão agora dispersos pelas mais variadas terras dos concelhos de Braga.
Da vida e recantos da aldeia comunitária não resta mais que um sonho .

A barragem de Vilarinho da Furna foi inaugurada em 21 de Maio 1972.


3 comentários:

carpen2 disse...

visita retribuida.
seje bem vindo imão.

abraços e sucesso.

Dylan disse...

Apesar de toda a tristeza causada no passado, Vilarinho é qualquer coisa de enigmática e atractiva.

pc disse...

Vilarinho das Furnas tem qualquer coisa de enigmático e fantástico, sempre que há a possibilidade de visitar a aldeia, passo sempre lá.

Sou o autor do blogue Portugal Pedestre http://portugalpedestre.blogspot.com/ , este blogue tem como intuito divulgar os percuros pedestres existentes no Nosso belo Portugal.
Gostaria de saber se estava interessado em efectuar troca de links do seu site com o meu. De qualquer forma já coloquei o seu link no meu site nos links recomendados por nós.

Cumprimentos e muito sucesso!